Segunda-feira, 23 de Outubro de 2006

*.* Ausência... *.*

Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar os teus olhos que são doces.

Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres eternamente exausto.

No entanto a tua presença é qualquer coisa como a luz e a vida

E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto e em minha voz a tua voz.

Não te quero ter porque em meu ser tudo estaria terminado.

Quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados

Para que eu possa levar uma gota de orvalho nesta terra amaldiçoada.

Que ficou sobre a minha carne como nódoa do passado.

Eu deixarei... tu irás e encostarás a tua face em outra face.

Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada.

Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu, porque eu fui o grande íntimo da noite.

Porque eu encostei minha face na face da noite e ouvi a tua fala amorosa.

Porque meus dedos enlaçaram os dedos da névoa suspensos no espaço.

E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado.

Eu ficarei só como os veleiros nos pontos silenciosos. Mas eu te possuirei como ninguém porque poderei partir.

E todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas.

Serão a tua voz presente, a tua voz ausente, a tua voz serenizada.

VINICIUS DE MORAES

publicado por Paula Valentina às 11:23

link do post | comentar | favorito
|

Esperança de criança...

Você passa por mim muitas vezes, e quase nunca me vê. Mas eu entendo e continuo sorrindo, em busca de alguém que me note... Poucos me notam. Poucos mesmo! Talvez seja porque quase sempre eu estou bem abaixo da linha dos olhares. Ah! Mas como é bom quando meu olhar encontra outro olhar!  É tão bom quando sinto que alguém me notou. Isso é fantástico!... Talvez você pense que eu não tenho nada a dizer, pois ainda não sei articular as palavras, mas eu falo com você, mesmo que você não me ouça... Eu falo com o olhar, embora poucos atentem para os meus olhos brilhantes, e muitos não os entendam...Também falo com o sorriso, que é minha marca registrada. É claro que eu noto as nuvens carregadas que às vezes turvam o seu olhar e lhe impedem de sorrir... Noto que você tem medos escondidos, e muitas preocupações. Mas eu vejo o mundo pelos olhos da esperança... Pois eu sou a esperança e estou aqui justamente para lhe dizer que essas nuvens vão passar... Elas sempre passam. É só uma questão de tempo.  Ah, o tempo! Eu tenho muito tempo para observar o mundo deste ponto de vista em que me encontro, um pouco acima do chão... Talvez quando meu olhar estiver à altura do seu, eu tenha outra visão do mundo, mas isso depende mais de você do que de mim... Sim, depende muito mais de você! E sabe por quê? Porque eu sou apenas um bebê. Sou um bebê e hoje observo o mundo daqui de baixo, sentado no meu  carrinho, que alguém empurra para mim. Quando não estou no carrinho, estou no colo de meus pais, amigos ou familiares, e é então que tenho uma visão mais abrangente das coisas que me rodeiam. Às vezes também sou carregado como um saco de batatas, pelos irmãos ou primos um pouco mais velhos que eu... Ufa! Isso nem sempre é confortável...  Enfim, tudo faz parte dessa minha trajetória de bebê. Bem, mas o que eu queria dizer, mesmo sem falar, é que preciso muito que  você preste atenção nos meus apelos silenciosos... Eu não desejo muito, apenas gostaria de poder viver num mundo justo, seguro, onde as pessoas se importassem umas com as outras...  Onde não houvesse violência, pois tenho medo de nunca chegar a ser grande e poder olhar o mundo daí de cima. Queria que nunca me faltasse um lar, nem comida, nem escola, e nem remédio se eu ficar doente. E isso também quero para todos os outros bebês, meus contemporâneos. Será que isso é possível? Será que posso esperar que você ouça os meus apelos, e construa um mundo melhor, sem corrupção, sem desamor, sem essa indiferença que assusta? E não assusta só os bebês, não. Tem muita gente grande assustada por aí. Eu noto isso nos olhares. Você sabe que eu sou a esperança do amanhã?  Por isso eu vejo o mundo com esse olhar despreocupado, cabeça apoiada num ombro seguro, observando o mundo que fica para trás... Sim, eu quero que todas as coisas ruins fiquem para trás. E que a roda do tempo gire devagar... Eu não tenho pressa. Desejo que enquanto eu estiver crescendo você esteja construindo um mundo  novo e bom para mim... Enquanto isso, eu sigo em frente, com a cabeça apoiada no travesseiro  macio do meu carrinho, ou no ombro seguro de um adulto...  Às vezes você vai notar meu rostinho miúdo, com ares de sono, e perceberá que essa é a tranqüilidade de um bebê que confia no amanhã... Outras vezes notará que estou atento a tudo, principalmente quando passeio nos shoppings ou nas ruas movimentadas. E agora que você já sabe que eu sou a esperança, quando me encontrar por aí preste atenção em mim... E se notar que meu olhar está sem brilho, sorria. Sorria para mim, e eu entenderei que você está dizendo sim. Sim para todos os meus apelos... Porque eu, bebê, sou a esperança que começa a florir, desde agora, no seu caminho...

publicado por Paula Valentina às 11:22

link do post | comentar | favorito
|

BUSQUE...

Busque nos olhos, o gosto do sorriso,

Busque no toque, o gosto da pele,

Busque no cheiro, a sensibilidade da alma,

Busque em cada noite fria, o calor do dia.

Busque no dia, o frescor da noite,

mas, sem perder o brilho da manhã.

Busque acima de tudo, o que não conseguiu sentir;

Aquilo que não percebeu e pode, agora ser saboreado;

Resgate o gosto bom, do que gostou;

Fortaleça as idéias esperançosas...

Busque primeiro, o sentido de sua vida,

a fonte de ser verdadeiro;

Busque o motivo de seu "ser" - ser o que é,

e de tudo aquilo que o faz busca .

Busque a simplicidade de amar..

E busque, antes de tudo, a paz de que você precisa.

Desejo-te a paz do ar que passa suave ...

Das ondas que mansas quebram na praia ....

Da terra quieta que pisas com teus pés...

Desejo-te toda a beleza das flores ...

Pois com seu perfume e ternura são mensageiras de amor e paz ... 

Desejo-te a luz do sol ,

o brilho das estrelas,

o amanhecer ....

Os pássaros cantando toda a beleza de um novo dia.

Desejo um mundo feito só pra você ... 

Um mundo sem violência , sem medo ....

Um mundo cheio de certezas...

Pois mesmo no virtual podemos ser verdadeiros

Te gosto muito meu amigo. 

Tenham uma boa noite...

Beijinhos carinhosos nestes lindos corações e almas da amiga...

publicado por Paula Valentina às 11:22

link do post | comentar | favorito
|

A maior dor.

"A maior dor na vida não é morrer, mas ser ignorado.

É perder alguém que nos amava e que depois deixou de se importar.

É sermos deixados de lado por quem tanto nos apoiava. É constatar que esses são os resultados das nossas negligências.

A maior dor na vida não é morrer, mas ser esquecido.

É ficar sem um cumprimento após uma grande conquista.

É não ter um doce e amigo telefonando só para dizer "olá".

É ver a indiferença num rosto quando abrimos nosso coração.

O que muito dói na vida é ver aqueles que foram nossos amigos sempre muito ocupados quando precisamos de alguém para nos consolar e ajudar a reerguer o nosso espírito.

É quando parece que nas aflições sobramos somente nós nos importando com nossas tristezas. Muitas dores nos afetam, mas isso pode não ser tão pesado se formos mais presentes e atenciosos.

Cada um de nós tem um papel para desempenhar no teatro que chamamos vida.

Cada um de nós tem o dever de dizer ao outro que o amamos.

Se você não se importa com seus companheiros de jornada, você não será punido apenas acabará simplesmente ignorado... esquecido... exatamente como faz com eles... "

As palavras acima foram escritas por uma jovem que cometeu suicídio.

Talvez se as pessoas que rodeavam tivessem demonstrado um pouco de amor e tivessem lhe prestado mais atenção, sua morte poderia ter sido evitada.

Lembramos que podemos perceber nas expressões faciais quando alguém está triste, solitário e até mesmo com pensamentos de suicídio.

Precisamos sentir mais profundamente cada pessoa que entra em nossa vida, dividir com ela nossa amizade e dizer-lhe que ela é importante para nós.

Isto é o que Jesus Cristo quer que façamos uns aos outros. Assim como ele faz com você quando está desprezado pelo mundo.

(A 3 de Setembro de 1994 António Figueiredo suicida-se, atirando-se para debaixo de um comboio às 7:30.

E o irmão do Carlos Tavares - José António morre a 4 do mesmo ano de droga, com 35 anos - fazia a 13 de Setembro de 1994.)

publicado por Paula Valentina às 11:21

link do post | comentar | favorito
|

Quem é cornudo, afinal?

>>>O Indivíduo chega a casa de mansinho e olhando pelo buraco da fechadura
>>>do quarto vê a mulher dele na cama com outro...
>>>
>>>Tirou a pistola da cintura, armou o gatilho e então já ia a entrar no >>>quarto
>>>e pronto a disparar nos dois, quando parou para pensar e foi percebendo
>>>como a sua vida de casado havia melhorado nos últimos tempos.
>>>
>>>A esposa já não pedia dinheiro para nada, nem para comprar vestidos,
>>>jóias e sapatos, apesar de todos os dias aparecer com um vestido novo, >>>uma
>>>jóia nova ou uma sandalinha da moda.
>>>Os meninos mudaram para um colégio privado.
>>>
>>>Sem contar que a mulher trocou de carro, apesar dele estar há quatro anos
>>>sem aumento e ter cortado a mesada dela. E o supermercado então, nem se
>>>fala, eles nunca tiveram tanta fartura quanto nos últimos meses. E as >>>contas
>>>de luz, água, telefone, Internet, telemóvel e cartão de crédito, fazia >>>tempo
>>>que ele nem ouvia falar delas.
>>>
>>>E a mulher era mesmo um avião, uma mistura de Angelina Jolie com a menina
>>>da Galp e sempre dísponivel para uma boa queca.
>>>
>>>Coisa de loucos.
>>>
>>>Guardou a arma na cintura e foi saindo devagar, para não atrapalhar os >>>dois.
>>>
>>>Parou na porta da sala e disse para si mesmo:
>>>
>>>- O gajo paga a renda, o supermercado, a escola das crianças, as contas
>>>da casa, o carro, o shopping, todas as despesas e eu ainda vou pra cama
>>>com ela todos os dias...
>>>
>>>E fechando a porta atrás de si, concluiu:
>>>
>>>.........CLARO!!! O CORNO É ELE!!!
publicado por Paula Valentina às 11:18

link do post | comentar | favorito
|

~~ AJUDAR OS FILHOS ~~

>>Ajuda o teu filho, enquanto é tempo.
>>
>>A existência na Terra é a vinha de Jesus, em que nascemos e renascemos.
>>
>>Quantos olvidam seus filhos, a pretexto de auxílio ao próximo, e acabam >>por fardos pesados a toda gente!
>>
>>Quantos se dizem portadores da caridade para o mundo e relegam o lar ao >>desespero e ao abandono?!
>>
>>Não convertas o companheirinho inexperiente em ornamento inútil, na >>galeria da vaidade, nem lhe armes um cárcere no egoísmo, arrebatando-o à >>realidade, dentro da qual deve marchar em companhia de todos.
>>
>>Dá-lhe, sempre que possível, a bênção dos recursos acadêmicos; mas, antes >>disso, abre-lhe os tesouros da alma, para que não se iluda com as >>fantasias da inteligência quando procura agir sem Deus.
>>
>>Ensina-lhe a lição do trabalho, preparando-o simultaneamente na arte de >>ser útil, a fim de que não se transforme em alimária inconsciente.
>>
>>Os pais são os ourives da beleza interior.
>>
>>O buril do exemplo e a lâmpada sublime da bondade são os instrumentos de >>tua obra.
>>
>>Não imponhas á formação juvenil os ídolos do dinheiro e da força.
>>
>>A bolsa farta na alma vazia de educação é roteiro seguro para a morte dos >>valores espirituais. O poder, sem amor, gera fantoches que a verdade >>destrói no momento preciso.
>>
>>Garante a infância e a juventude para a vida honrada e pacífica.
>>
>>Que seria do celeiro se o lavrador não preservasse a semente?
>>
>>Quem despreza o grelo frágil é indigno do fruto.
>>
>>Faze de teu filho o melhor amigo, se desejas um continuador para os teus >>ideais.
>>
>>Que será de ti se, depois de tua passagem pela vida física, não houver um >>cântico singelo de agradecimento endereçado ao teu espírito, por parte >>daqueles aos quais deves amor? Que recolherás na seara da vida, se não >>plantares o carinho e o respeito, a harmonia e a solidariedade, nem mesmo >>no canteiro doméstico?
>>
>>Não reproves a esmo.
>>
>>A tua segurança de hoje lança raízes na tolerância de teu pai e na doçura >>das mãos enrugadas e ternas da tua mãe.
>>
>>Esqueça a cartilha da violência.
>>
>>Que seria de ti sem a paciência de algum velho amigo ou de algum mestre >>esquecido, que te ensinaram a caminhar?
>>
>>O destino é um campo restituindo invariavelmente o que recebe.
>>
>>Ama teu filho e faze dele o teu confidente e companheiro.
>>
>>E, quanto puderes com o teu entendimento e com o teu coração, auxilia-o, >>cada dia, para que não te falte a visão consoladora da noite estrelada na >>hora do teu repouso e para que te glorifiques, em plena luz, no instante >>luminoso do despertar.
>>
>>
>>
>>Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
publicado por Paula Valentina às 11:17

link do post | comentar | favorito
|

Esvaziando os armários de nossa vida...

>> Todos os anos, >> há um momento em que olhamos nossos >> armários com um olhar crítico. >> Olhamos aquelas roupas que não usamos >> há tanto tempo. >> Aquelas que tiramos do cabide de vez em quando, >> vestimos, olhamos no espelho, >> confirmamos mais uma vez que não gostamos >> e guardamos de volta no armário. >> Aquele sapato que machuca os pés, >> mas insistimos em mantê-lo guardado. >> Há ainda aquele terno caro, >> mas que o paletó não cai bem, >> ou o vestido "espetacular" >> ganho de presente de alguém que amamos, >> mas que não combina conosco e nunca usamos. >> Às vezes tiramos alguma coisa >> e damos para alguém, >> mas a maior parte fica lá, >> guardada sabe-se lá porquê. >> >> Um dia alguém me disse: >> tudo o que não lhe serve mais e você >> mantém guardado, >> só lhe traz energias negativas. >> Livre-se de tudo o que não usa e verá >> como lhe fará bem. >> >> Acontece que nosso guarda-roupa >> não é o único lugar da vida onde guardamos >> coisas que não nos servem mais. >> Você tem um guarda-roupa desses >> no interior da mente. >> Dê uma olhada séria no que anda >> guardando lá. >> >> Experimente esvaziar e fazer uma limpeza >> naquilo que não lhe serve mais. >> Jogue fora idéias, crenças, >> maneiras de viver ou experiências que >> não lhe acrescentam nada e lhe >> roubam energia. >> Faça uma limpeza nas amizades, >> aqueles amigos cujos interesses não têm >> mais nada a ver com os seus. >> >> Aproveite e tire de seu "armário" >> aquelas pessoas negativas, >> tóxicas, sem entusiasmo, >> que tentam lhe arrastar para o fundo >> dos seus próprios poços de tristezas, >> ressentimentos, mágoas e sofrimento. >> A insegurança dessas pessoas faz com >> que busquem outras para lhes >> fazer companhia, >> e lá vai você junto com elas. >> >> Junte-se a pessoas entusiasmadas >> que o apóiem em seus sonhos e projetos >> pessoais e profissionais. >> Não espere um momento certo, >> ou mesmo o final do ano, >> para fazer essa "faxina interior". >> Comece agora e experimente aquele >> sentimento gostoso de liberdade. >> >> Liberdade de não ter de guardar >> o que não lhe serve. >> Liberdade de experimentar o desapego. >> Liberdade de saber que mudou, >> mudou para melhor, >> e que só usa as coisas que >> verdadeiramente lhe servem >> e fazem bem. >> >> ( Corrado Spallanzani)
publicado por Paula Valentina às 11:15

link do post | comentar | favorito
|

Vamos tomar um café juntos?

>>Olá... Como vai?
>>Vem cá, puxa a cadeira e senta aqui comigo,
>>Vamos tomar um café juntos, bater um papinho....
>>
>>Hoje eu quero saber como você está...
>>Está feliz... alegre ou preocupado?
>>Como vai o seu coração alegre ou triste?
>>Como vai a pessoa ao seu lado?
>>O próximo bem próximo...
>>
>>Às vezes, estamos bem e esquecemos de olhar ao lado
>>De ver, saber e sentir como está o outro....
>>Cansado dos problemas, dos parentes difíceis?
>>E nós nem percebemos suas dificuldades, tristeza ou conflitos...
>>
>>Vem cá... toma mais um gole de café e me diz:
>>Como está você?
>>O que vai fazer do seu dia hoje?
>>Viver os problemas que não pode resolver
>>Ou deixar o sol entrar na sua vida
>>E fazer brilhar a sua noite de lágrimas?
>>
>>O fato de se estar triste ou preocupado não é um estado permanente,
>>É eu sei... dói né?
>>No entanto, acreditar na vida e na sabedoria Divina
>>São outros fatos que nos dá a certeza de Deus
>>Atuando em nossas vidas a todo instante nos fazendo crescer mesmo
>>nos momentos de dor.
>>
>>Acreditar na Luz e na solução dos problemas,
>>Tornará o nosso café mais gostoso,
>>O nosso papo mais agradável,
>>O nosso dia mais cheio de esperança...
>>
>>Vamos acordar na certeza de que neste dia
>>Tudo será melhor, mais leve, que o cansaço será menor...
>>Que a família, mesmo sendo difícil é a que escolhemos...
>>Que o trabalho não gratificante é o que nos sustenta...
>>
>>Ter a certeza que nada acontece ao acaso...
>>E se os problemas persistirem, estiverem difíceis de solucionar, chuta >>eles...
>>Afinal sempre temos escolha e o que importa é ser feliz!
>>
>>Obrigada pelo café da manhã comigo,
>>Por estarmos juntos nesta vida, nesta caminhada...
>>Você contribui em muito para tornar meu dia hoje
>>Melhor que ontem, e me trazer mais alegria
>>E eu desejo o dobro pra você!
>>Obrigada pela sua companhia!
publicado por Paula Valentina às 11:15

link do post | comentar | favorito
|

68, sabe como se faz ??

>>>O cara chega em casa, cansadão.
>>>
>>>A mulher está toda arrumada, lingerie nova, camisolinha, cheirosa, pula >>>no
>>>pescoço dele e fala:
>>>
>>>- Benhê, hoje eu estou a fim ! Vamos fazer um 69?
>>>
>>>- Pô amor, tô cansadão. Vamos fazer só um 68 hoje.
>>>
>>>- 68?...? Como é que faz 68?
>>>
>>>- Você chupa meu pau e eu fico te devendo uma.
publicado por Paula Valentina às 11:13

link do post | comentar | favorito
|

Boas vindas

>> Nunca pare de sonhar
>>Havia no alto de uma montanha três árvores. Elas sonhavam com o que iriam >>ser depois de grandes. A primeira, olhando as estrelas disse: eu quero ser >>o baú mais precioso do mundo e viver cheia de tesouros. A segunda, olhando >>um riacho suspirou: eu quero ser um navio bem grande para transportar reis >>e rainhas. A terceira olhou para o vale e disse: quero crescer e ficar >>aqui no alto da montanha; quero crescer tanto que as pessoas ao olharem >>para mim, levantem os olhos e pensem em Deus.
>>Muitos anos se passaram, as árvores cresceram. Surgiram três lenhadores >>que, sem saber do sonho das árvores, cortaram as três. A primeira árvore >>acabou se transformando num cocho de animais, coberto de feno. A segunda >>virou um barco de pesca transportando pessoas e peixes todos os dias. A >>terceira foi cortada em vigas e deixada num depósito. Desiludidas as três >>árvores lamentaram os seus destinos.
>>Mas, numa certa noite, com o céu cheio de estrelas, uma jovem mulher >>colocou o seu bebê recém-nascido naquele cocho. De repente, a árvore >>percebeu que continha o maior tesouro do mundo. A segunda, certo dia, >>transportou um
>>Para sonhadores... o início de tudo. homem que acabou por dormir no barco. >>E, quando uma tempestade quase afundou o barco, o homem levantou-se e >>disse PAZ!! E, imediatamente, as águas se acalmaram. E a árvore >>transformada em barco entendeu que transportava o rei dos céus e da terra.
>>Tempos mais tarde, numa Sexta-feira, a árvore espantou-se quando as vigas >>foram unidas em forma de cruz e um homem foi pregado nela. A árvore >>sentiu-se horrível vendo o sofrimento daquele homem. Mas logo entendeu que >>aquele homem salvou a humanidade e as pessoas logo se lembrariam de Deus >>ao olharem para a cruz.
>>
>>O exemplo das árvores é um sinal de que é preciso sonhar e ter fé. SEMPRE >>!!!Não importa o tamanho dos sonhos que você tenha, sonhe muito e sempre. >>Mesmo que seus sonhos não se realizem exatamente como você desejou, saiba >>que eles se concretizarão da maneira que Deus entendeu ser a melhor para >>você.
>>
>>
>>
>>"Uma nuvem não sabe por que se move em tal direção e em tal velocidade. >>Sente apenas um impulso que a conduz para esta ou aquela direção. Mas o >>céu sabe os motivos e os desenhos por trás de todas as nuvens, e você >>também saberá, quando se erguer o suficiente para ver além dos >>horizontes."
>>Você é a melhor pessoa que Deus criou no mundo.
publicado por Paula Valentina às 11:10

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30

.posts recentes

. Pepino não serve só pra ...

. PARA QUEM GOSTA DE FEIJOA...

. AMIGOS DE TODOS OS TAMANH...

. Puto Inteligente.

. Para os mais antigos...e ...

. COMO DISSOLVER PEDRAS NOS...

. Boaaaaaaaaaaaaa

. Sem palavras...

. Não deixe de ver...é esp...

. INOVAÇÕES PRÁTICAS E ÚTE...

.arquivos

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Junho 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.favorito

. Memórias vilacondenses (V...

. Caleidoscópio

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds