Terça-feira, 13 de Fevereiro de 2007

Energia interior - Marcial Salaverr

>>
>> ENERGIA INTERIOR
>> Marcial Salaverry
>>
>> Todos temos nossa energia interior, o grande problema, é saber
>>usá-la, pois por qualquer coisinha, ela é
>> usada inadequadamente, já que muitas vezes permitimos que outros a
>>desliguem, quando agimos em discordância com o que mandaria nossa
>>consciência, se ela estivesse acordada.
>> Quando eventualmente compactuamos com suborno, (seja ativo ou
>>passivo), quando permitimos que outros dominem nossa personalidade,
>>comandando nossos atos e atitudes, quando, enfim, deixamos de agir por nós
>>mesmos, limitando-nos a uma função de "vaquinha de presépio", anuindo com
>>atos contrários com o que é direito e correto.
>> E pior ainda, quando permitimos atitudes desonestas, desde que nos
>>sejam convenientes, ou seja, isto ou aquilo, pode ser errado, mas se me
>>trouxer vantagens, embora prejudique outrem, deixa rolar, quem se
>>prejudicar, que se dane, e é o que geralmente pauta a atitude da grande
>>maioria dos politicos.
>> O interessante é que todos nascemos honestos, sinceros e com bom
>>coração, e nossa energia interior deixa bem acesa o que poderemos chamar
>>de
>>nossa Luz Interior, que quando está acesa, ilumina bem nosso caminho.
>>Mante-la acesa ou não, dependerá de nosso livre arbítrio.
>> Sentimentos que nos são inatos. Com o passar do tempo, segundo
>>nossas necessidades de vida, os vamos relegando a plano secundário. Sempre
>>surgem ocasiões em que somos "obrigados" a agir contra esses princípios.
>> As desculpas, perdão, os motivos para tanto são incontáveis, seja
>> na
>>vida familiar, seja na profissional. Quantas vezes mentimos seja porque
>>precisamos manter um emprego, seja porque nosso conjugue não pode saber
>>onde fomos, seja porque passamos um farol vermelho, seja porque... Bem
>>todos conhecemos um sem número de desculpas, perdão, motivos para irmos
>>apagando nossa Luz Interior.
>> Convenhamos, é impossível ser-se absolutamente correto. As
>>exigências da vida moderna sempre nos colocam diante de situações, em que
>>a
>>única solução é "sair pela tangente". Algo que é preciso observar com
>>muito carinho e atenção é que tais atitudes incorretas devem ser
>>repensadas
>>quando percebemos que vamos atrapalhar a vida de alguém. E não é justo
>>prejudicar outras pessoas, para obter algum benefício ilícito.
>> Enfim... Tal atitude já é comum demais.
>> Da mesma maneira que a Luz Interior não se encontra à venda em
>> lugar
>>nenhum, ela não pode ser vendida, nem trocada. Portanto, ao ceder às
>>tentações de vantagens desonestas, não estamos "vendendo" nossa Luz
>>Interior, a estamos perdendo, pois ela vai se apagando, até não restar
>>sequer uma fagulha.
>> Daí, restam apenas as vantagens auferidas, e fica em princípio a
>>satisfação pessoal de que conseguimos enrolar todo mundo, que somos mais
>>espertos. Mas nosso íntimo, que está na escuridão, sabe a maneira com que
>>tal posição foi conseguida e, mais cedo ou mais tarde, nesta vida ou em
>>outra vamos olhar para dentro e ver que nossa Luz Interior, tão brilhante
>>em seu início, inexiste. E aí... fazer o que?
>> Então, vamos procurar manter o que ainda resta de nossa Luz
>>Interior, repensando atitudes. Na realidade, crescer prejudicando outros,
>>não é mérito nenhum. No fundo, não deve dar aquela satisfação íntima do
>>dever cumprido, eis que falta o brilho da Luz Interior.
>> É muito mais gostoso poder desfrutar do êxito conseguido tendo
>> nossa
>>consciência tranquila, com nossa Luz Interior brilhando ao máximo,
>>ofuscando as vistas de quem tentou nos prejudicar.
>> Sem duvida, é muito gratificante olhar-se no espelho, e perceber
>>dentro dos olhos o inequívoco brilho de nossa Luz Interior, e assim,
>>saber
>>que não desperdiçamos nossa energia interior, e apenas a usando com boa
>>intenções, para o bem. Que ao invés de prejudicar outras pessoas, as
>>ajudamos.
>> Esse o verdadeiro sentido da vida.
>> E sem dúvida, é a melhor maneira de desfrutarmos UM LINDO DIA, BEM
>>ILUMINADO.
publicado por Paula Valentina às 03:22

link do post | comentar | favorito
|

:::::: Descontrair :::::

>> Descontrair
>>
>>Quero loucura
>>E também Sobriedade
>>Ser irreverente
>>Sem compromisso
>>Ser moleca
>>Ser dama
>>As vezes insana...
>>Noutras racional
>>Quase sempre atrapalhada...
>>Quero perder a vergonha
>>Fazer piada
>>Sorrir até chorar...
>>Quero brincar
>>Ser mulher responsável
>>Mas Chutar o balde quando der
>>ou pau da barraca
>>Seja o que for...
>>Talvez gritar aos 4 ventos
>>Ou quem sabe
>>Dançar na chuva...
>>Extravazar quando preciso
>>Quero tudo possivel
>>E porque não o impossivel
>>Quero amar deliberamente
>>Ser rebelde
>>Especial
>>Única
>>Ser amiga
>>Conselheira
>>Marrenta as vezes
>>Gênio forte na maioria...
>>Safada quando preciso...
>>Sempre sacana...
>>Quero ser também inesquecível
>>A aqueles que me querem bem
>>Quero que lembrem de mim
>>Seja nas palavras doces
>>Ou amargas
>>Mas que lembrem
>>Que sempre quis
>>Ser feliz...
>>E elevar o astral
>>Mesmo quando tudo conspire contra...
>>Que quis ser
>>Exatamente assim...
>>Como sou !
>> Beijos...
publicado por Paula Valentina às 03:06

link do post | comentar | favorito
|

Seres Especiais...

>>PARA ALGUNS
>>SERES ESPECIAIS
>>
>>Tenha sempre presente, que a pele se enrruga, que o cabelo se torna >>branco, que os dias se convertem em anos, mas o mais importante não muda!
>>
>>Tua força interior e tuas convicções não tem idade.
>>
>>Teu espírito é o espanador de qualquer teia de aranha.
>>
>>Atrás de cada linha de chegada, há uma de partida.
>>
>>Atrás de cada trunfo, há outro desafio.
>>
>>Enquanto estiveres vivo, sente-te vivo.
>>
>>Se sentes saudades do que fazias, torna a fazê-lo.
>>
>>Não vivas de fotografias amareladas.
>>
>>Continua, apesar de todos esperarem que abandones.
>>
>>Não deixes que se enferruje o ferro que há em você.
>>
>>Faz com que em lugar de pena, te respeitem.
>>
>>Quando pelos anos não consigas correr, trota.
>>
>>Quando não possas trotar, caminha.
>>
>>Quando não possas caminhar, usa bengala.
>>
>>Mas nunca te detenhas!
>>
>>Madre Teresa de Calcutá
publicado por Paula Valentina às 03:05

link do post | comentar | favorito
|

Trocas mal feitas...

>> Trocas mal feitas
>>
>>
>>
>>
>>Há pessoas que não sabem o que é o sorriso
>>E por isso o trocam por uma lágrima.
>>
>>Não sabem o que é um canto
>>E trocam por um grito de agonia.
>>
>>Não sabem o que é uma amizade
>>E a trocam pela antipatia.
>>
>>Não sabem o que é o amor
>>E o trocam por um grande ódio.
>>
>>Não sabem o que é a paz
>>E a trocam pela intriga.
>>
>>Não sabem o que é a verdade
>>E a trocam por um mundo inteiro de mentiras.
>>
>>Não sabem o que é uma flor, uma árvore, uma paisagem
>>E trocam-nas por uma poluição desenfreada.
>>
>>Não sabem o que é o diálogo
>>e se trancam dentro de si mesmas.
>>
>>Não sabem o que são sonhos
>>E vivem isoladas.
>>
>>Não sabem quem é Deus
>>E O trocam por supertições vazias.
>>
>>Não sabem o que é vida
>>E vivem trocando-a pela morte.
>>
>>
>>
>>Todas essas trocas mal feitas, são feitas porque o mais cômodo tem >>caminhos mais fáceis. Mas a verdade é uma só: lutar, servir, perseverar, >>amar.
>>
>>As trocas pelo mais cômodo, mais fácil, não levam a lugar nenhum. Pelo >>contrário: atrapalham, esvaziam, machucam, destroem.
publicado por Paula Valentina às 03:01

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2007

Energia interior - Marcial Salaverr!

>> ENERGIA INTERIOR >> Marcial Salaverry >> >> Todos temos nossa energia interior, o grande problema, é saber >>usá-la, pois por qualquer coisinha, ela é >> usada inadequadamente, já que muitas vezes permitimos que outros a >>desliguem, quando agimos em discordância com o que mandaria nossa >>consciência, se ela estivesse acordada. >> Quando eventualmente compactuamos com suborno, (seja ativo ou >>passivo), quando permitimos que outros dominem nossa personalidade, >>comandando nossos atos e atitudes, quando, enfim, deixamos de agir por nós >>mesmos, limitando-nos a uma função de "vaquinha de presépio", anuindo com >>atos contrários com o que é direito e correto. >> E pior ainda, quando permitimos atitudes desonestas, desde que nos >>sejam convenientes, ou seja, isto ou aquilo, pode ser errado, mas se me >>trouxer vantagens, embora prejudique outrem, deixa rolar, quem se >>prejudicar, que se dane, e é o que geralmente pauta a atitude da grande >>maioria dos politicos. >> O interessante é que todos nascemos honestos, sinceros e com bom >>coração, e nossa energia interior deixa bem acesa o que poderemos chamar >>de >>nossa Luz Interior, que quando está acesa, ilumina bem nosso caminho. >>Mante-la acesa ou não, dependerá de nosso livre arbítrio. >> Sentimentos que nos são inatos. Com o passar do tempo, segundo >>nossas necessidades de vida, os vamos relegando a plano secundário. Sempre >>surgem ocasiões em que somos "obrigados" a agir contra esses princípios. >> As desculpas, perdão, os motivos para tanto são incontáveis, seja >> na >>vida familiar, seja na profissional. Quantas vezes mentimos seja porque >>precisamos manter um emprego, seja porque nosso conjugue não pode saber >>onde fomos, seja porque passamos um farol vermelho, seja porque... Bem >>todos conhecemos um sem número de desculpas, perdão, motivos para irmos >>apagando nossa Luz Interior. >> Convenhamos, é impossível ser-se absolutamente correto. As >>exigências da vida moderna sempre nos colocam diante de situações, em que >>a >>única solução é "sair pela tangente". Algo que é preciso observar com >>muito carinho e atenção é que tais atitudes incorretas devem ser >>repensadas >>quando percebemos que vamos atrapalhar a vida de alguém. E não é justo >>prejudicar outras pessoas, para obter algum benefício ilícito. >> Enfim... Tal atitude já é comum demais. >> Da mesma maneira que a Luz Interior não se encontra à venda em >> lugar >>nenhum, ela não pode ser vendida, nem trocada. Portanto, ao ceder às >>tentações de vantagens desonestas, não estamos "vendendo" nossa Luz >>Interior, a estamos perdendo, pois ela vai se apagando, até não restar >>sequer uma fagulha. >> Daí, restam apenas as vantagens auferidas, e fica em princípio a >>satisfação pessoal de que conseguimos enrolar todo mundo, que somos mais >>espertos. Mas nosso íntimo, que está na escuridão, sabe a maneira com que >>tal posição foi conseguida e, mais cedo ou mais tarde, nesta vida ou em >>outra vamos olhar para dentro e ver que nossa Luz Interior, tão brilhante >>em seu início, inexiste. E aí... fazer o que? >> Então, vamos procurar manter o que ainda resta de nossa Luz >>Interior, repensando atitudes. Na realidade, crescer prejudicando outros, >>não é mérito nenhum. No fundo, não deve dar aquela satisfação íntima do >>dever cumprido, eis que falta o brilho da Luz Interior. >> É muito mais gostoso poder desfrutar do êxito conseguido tendo >> nossa >>consciência tranquila, com nossa Luz Interior brilhando ao máximo, >>ofuscando as vistas de quem tentou nos prejudicar. >> Sem duvida, é muito gratificante olhar-se no espelho, e perceber >>dentro dos olhos o inequívoco brilho de nossa Luz Interior, e assim, >>saber >>que não desperdiçamos nossa energia interior, e apenas a usando com boa >>intenções, para o bem. Que ao invés de prejudicar outras pessoas, as >>ajudamos. >> Esse o verdadeiro sentido da vida. >> E sem dúvida, é a melhor maneira de desfrutarmos UM LINDO DIA, BEM >>ILUMINADO.
publicado por Paula Valentina às 02:26

link do post | comentar | favorito
|

PORTUGAL

image01111.jpg

image0099.jpg

image01010.jpg

image01313.jpg

image0077.jpg

image0088.jpg

image0022.jpg

image0055.jpg

image0044.jpg

image01212.jpg

image0011.jpg

image0033.jpg

image0066.jpg

image0011-1.jpg

image0066-1.jpg

image0077-1.jpg

image0033-1.jpg

image01010-1.jpg

image0022-1.jpg

image0088-1.jpg

image01212-1.jpg

image01313-1.jpg

image0044-1.jpg

image0099-1.jpg

image01111-1.jpg

image0055-1.jpg

publicado por Paula Valentina às 02:26

link do post | comentar | favorito
|

Ângulo Perfeito

pic17421.jpg

pic12382.jpg

pic00153.jpg

pic03902.jpg

pic14604.jpg

pic32391.jpg

pic04827.jpg

pic11942.jpg

pic02995.jpg

pic00491.jpg

pic09961.jpg
publicado por Paula Valentina às 02:23

link do post | comentar | favorito
|

Amigos sao estradas

>>Certos amigos são indispensáveis, >>simples como aquela estradinha de terra no interior, >>onde do alto da colina podemos avistá-la inteirinha, >>sabemos onde podemos ir e onde podemos chegar, >>são transparentes e confiáveis. >> >>Outros, acabaram de chegar, >>como estradas que só conhecemos pelo Guia, >>e vamos nos aventurando sem saber muito bem seus limites, >>é um caminho desconhecido, >>mas que sempre vale a pena trilhar. >> >>Tem amigos que lembram aquelas estradas vicinais, >>que pouco usamos, pouco vemos, >>mas sabemos que quando precisarmos, ela estará lá, >>poderemos passar e cortar caminho, >>mesmo distante, estão sempre em nossa memória. >> >>Por certo, também existem amigos que infelizmente, >>lembram aquelas estradas maravilhosas, >>com pistas largas e asfalto sempre novo, >>mas que enganam o motorista, >>pois são cheias de curvas perigosas, >>e quando você menos espera... >>é traído pela confiança excessiva. >> >>E existem amigos que são como aquelas estradas >>que desapareceram, não existem mais, >>mas que sempre ligam a nossa emoção até a saudade, >>saudade de uma paisagem, um pedaço daquela estrada, >>que deixou marcas profundas em nosso coração. >>Foram, mas ficaram impregnados em nossa alma. >> >>E na viagem da vida, que pode ser longa ou curta >>amigos são mais do que estradas, >>são placas que indicam a direção, >>e naqueles momentos em que mais precisamos, >>por vezes são o nosso próprio chão. >> >>Paulo Gafke
publicado por Paula Valentina às 02:21

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 6 de Fevereiro de 2007

Nós tão iguais

>>Todo lugar é igual,
>>
>> a chuva vem,
>>
>> o sol se vai,
>>
>>a gente pensando em alguma coisa
>>
>>ou alguém.
>>
>>Não muda de povo para povo,
>>
>>é gente, são pessoas.
>>
>>O mesmo índice de atropelamento
>>
>>por estar alheio, displicente,
>>
>>dos vinte aos trinta anos
>>
>>por problemas de dívidas,
>>
>>casamento
>>
>>e se aqui está machucando,
>>
>>tenha certeza, ferida
>>
>>é sempre ferida
>>
>>e lá também alguém está chorando..
>>
>>Roupa de frio, guarda chuva,
>>
>>desejo de Paz,
>>
>>um eterno dobrar de rua,
>>
>>saudades, amigos..
>>
>>E o tempo vai passando,
>>
>>nós tão iguais
>>
>>e ainda nos estranhando!!
publicado por Paula Valentina às 17:01

link do post | comentar | favorito
|

Pessoa ...

>>(Fernando Pessoa)
>> Nunca amamos alguém. Amamos, tão-somente, a ideia que fazemos de alguém. >> É a um conceito nosso- em suma, é a nós mesmos- que amamos. Isto é >> verdade em toda a escala do amor. No amor sexual buscamos um prazer nosso >> dado por intermédio de um corpo estranho. No amor diferente do sexual, >> buscamos um prazer nosso dado por intermédio de uma ideia nossa. O >> onanista é abjecto, mas, em exacta verdade, o onanista é a perfeita >> expressão lógica do amoroso. É o único que não disfarça nem se engana.
>>As relações entre uma alma e outra, através de coisas tão incertas e >>divergentes como as palavras comuns e os gestos que se empreendem, são >>matéria de estranha complexidade. No próprio acto em que nos conhecemos, >>nos desconhecemos. Dizem os dois "amo-te" ou pensam-no e sentem-no por >>troca, e cada um quer dizer uma ideia diferente, uma vida diferente, até, >>porventura, uma cor ou um aroma diferente, na soma abstracta de impressões >>que constitui a actividade da alma.
>>
>>
>>Estou hoje lúcido como se não existisse. Meu pensamento é em claro como um >>esqueleto, sem os trapos carnais da ilusão de exprimir. E estas >>considerações, que formo e abandono, não nasceram de coisa alguma- de >>coisa alguma, pelo menos, que me esteja na plateia da consciência.
>>
>>
>>(Bernardo Soares- LIVRO DO DESASSOSSEGO)
publicado por Paula Valentina às 16:59

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30

.posts recentes

. Pepino não serve só pra ...

. PARA QUEM GOSTA DE FEIJOA...

. AMIGOS DE TODOS OS TAMANH...

. Puto Inteligente.

. Para os mais antigos...e ...

. COMO DISSOLVER PEDRAS NOS...

. Boaaaaaaaaaaaaa

. Sem palavras...

. Não deixe de ver...é esp...

. INOVAÇÕES PRÁTICAS E ÚTE...

.arquivos

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Junho 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.favorito

. Memórias vilacondenses (V...

. Caleidoscópio

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds