Segunda-feira, 23 de Outubro de 2006

~~ AJUDAR OS FILHOS ~~

>>Ajuda o teu filho, enquanto é tempo.
>>
>>A existência na Terra é a vinha de Jesus, em que nascemos e renascemos.
>>
>>Quantos olvidam seus filhos, a pretexto de auxílio ao próximo, e acabam >>por fardos pesados a toda gente!
>>
>>Quantos se dizem portadores da caridade para o mundo e relegam o lar ao >>desespero e ao abandono?!
>>
>>Não convertas o companheirinho inexperiente em ornamento inútil, na >>galeria da vaidade, nem lhe armes um cárcere no egoísmo, arrebatando-o à >>realidade, dentro da qual deve marchar em companhia de todos.
>>
>>Dá-lhe, sempre que possível, a bênção dos recursos acadêmicos; mas, antes >>disso, abre-lhe os tesouros da alma, para que não se iluda com as >>fantasias da inteligência quando procura agir sem Deus.
>>
>>Ensina-lhe a lição do trabalho, preparando-o simultaneamente na arte de >>ser útil, a fim de que não se transforme em alimária inconsciente.
>>
>>Os pais são os ourives da beleza interior.
>>
>>O buril do exemplo e a lâmpada sublime da bondade são os instrumentos de >>tua obra.
>>
>>Não imponhas á formação juvenil os ídolos do dinheiro e da força.
>>
>>A bolsa farta na alma vazia de educação é roteiro seguro para a morte dos >>valores espirituais. O poder, sem amor, gera fantoches que a verdade >>destrói no momento preciso.
>>
>>Garante a infância e a juventude para a vida honrada e pacífica.
>>
>>Que seria do celeiro se o lavrador não preservasse a semente?
>>
>>Quem despreza o grelo frágil é indigno do fruto.
>>
>>Faze de teu filho o melhor amigo, se desejas um continuador para os teus >>ideais.
>>
>>Que será de ti se, depois de tua passagem pela vida física, não houver um >>cântico singelo de agradecimento endereçado ao teu espírito, por parte >>daqueles aos quais deves amor? Que recolherás na seara da vida, se não >>plantares o carinho e o respeito, a harmonia e a solidariedade, nem mesmo >>no canteiro doméstico?
>>
>>Não reproves a esmo.
>>
>>A tua segurança de hoje lança raízes na tolerância de teu pai e na doçura >>das mãos enrugadas e ternas da tua mãe.
>>
>>Esqueça a cartilha da violência.
>>
>>Que seria de ti sem a paciência de algum velho amigo ou de algum mestre >>esquecido, que te ensinaram a caminhar?
>>
>>O destino é um campo restituindo invariavelmente o que recebe.
>>
>>Ama teu filho e faze dele o teu confidente e companheiro.
>>
>>E, quanto puderes com o teu entendimento e com o teu coração, auxilia-o, >>cada dia, para que não te falte a visão consoladora da noite estrelada na >>hora do teu repouso e para que te glorifiques, em plena luz, no instante >>luminoso do despertar.
>>
>>
>>
>>Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
publicado por Paula Valentina às 11:17

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30

.posts recentes

. Pepino não serve só pra ...

. PARA QUEM GOSTA DE FEIJOA...

. AMIGOS DE TODOS OS TAMANH...

. Puto Inteligente.

. Para os mais antigos...e ...

. COMO DISSOLVER PEDRAS NOS...

. Boaaaaaaaaaaaaa

. Sem palavras...

. Não deixe de ver...é esp...

. INOVAÇÕES PRÁTICAS E ÚTE...

.arquivos

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Junho 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.favorito

. Memórias vilacondenses (V...

. Caleidoscópio

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds