Quarta-feira, 1 de Novembro de 2006

A dor

>> O que é a dor?
>>
>> É tão difícil defini-la.
>>
>> Pode ser uma sensação, um momento de solidão, um grito de
>> desespero ou simplesmente uma
>> lágrima que cai silenciosamente.
>>
>> Todos temos nossas dores e não importa se perante os olhos dos outros >> seja mera bobagem, só a própria pessoa pode sentir o quanto ela dói.
>>
>> Ela pode estar relacionada a amor, família, amigos, dinheiro, >> profissão, estudos ou até a coisas que ainda não descobrimos, ou melhor, >> tentamos a todo custo ocultar.
>>
>> Afinal, ninguém quer ter contato com o que mais lhe aflige. Dá um >> tremendo medo descobrir nossos verdadeiros fantasmas. E enfrentá-los >> então?
>>
>> Nem pensar, isso é para os nossos super heróis.
>> E aliás para onde eles foram?
>>
>> Podemos passar uma vida inteira criando super heróis e se iludindo >> que eles farão o nosso papel e enfrentarão nossos "monstros internos" .
>>
>> Quem nunca ficou esperando que os outros resolvessem toda a angústia >> que sentia?
>>
>> Quantas vezes não nos iludimos, achando que aquela pessoa nos diria o >> caminho correto a seguir.
>>
>> Porém, isso jamais será realizado por outra pessoa, mesmo que seja >> nossos pais, irmãos, namorados, maridos, amantes, amigos, terapeutas, >> padres e tantas outras pessoas que irão passar pela nossa vida.
>>
>> Não, amigos. Essa é uma tarefa individual e por mais que cause pavor, >> só nós temos o poder de lutar e se realmente quisermos, podemos vencer.
>>
>> Não digo que será fácil, certamente lágrimas irão rolar, porque se >> enfrentar um inimigo externo já machuca, imagina quando ele está dentro >> de nós?
>>
>> Claro que não somos monstros, que não precisamos nos destruir para >> encontrar a paz.
>>
>> Mas precisaremos travar uma batalha interna para descobri a origem de >> nossa dor.
>>
>> Teremos que ir a fundo para entender porque matamos todos os nossos >> sonhos, porque não nos permitimos ser felizes, porque o que é bom sempre >> deve
>> ficar com o outro, porquê?
>>
>> A resposta só será encontrada dentro de cada um.
>>
>> E para isso teremos sim que tirar as máscaras, ficarmos sozinhos e >> ouvir o que o nosso coração tem a dizer.
>>
>> Na maioria das vezes iremos nos assustar com o que iremos sentir, >> afinal passamos tanto tempo fugindo de nossos fantasmas e tentando a todo >> custo
>> esconder nossas fraquezas.
>>
>> Quantas vezes não ocultamos nossos verdadeiros sentimentos com receio >> de não sermos aceitos se mostrarmos realmente quem somos?
>>
>> Quantas vezes calamos o nosso choro só para não demonstrarmos nossas >> fraquezas.
>>
>> Sim, foram muitas...
>>
>> Porém, o momento de cicatrizar nossas feridas não passou, porque >> enquanto vivermos, a chama mesmo
>> que minúscula viverá.
>>
>> Então não importa o que tenha se passado, quantos erros tenhamos >> cometido, ou o tamanho da nossa ferida.
>>
>> Sempre haverá tempo para recomeçar e
>> enfrentarmos nossos medos.
>>
>> Acreditem, nenhum medo poderá ser maior
>> do que a nossa própria fé.
>>
>> Fé em nós mesmos, porque basta
>> acreditarmos e irmos a luta.
>>
>> No início poderemos nos desesperar, achar que não suportaremos a >> pressão, que a dor é forte demais.
>>
>> Mas qualquer mudança necessita de tempo ( sei que é cruel ouvir >> isso), toda ferida tem a hora exata de cicatrizar, mas é preciso antes >> que seja tratada.
>>
>> Por isso, devemos exorcizar todos os nossos sentimentos negativos e >> assumir a nossa verdadeira identidade.
>>
>> Sem dúvida, encontraremos pessoas que nos condenaram, mas os >> verdadeiros amigos estarão ao
>> nosso lado quando terminarmos.
>>
>> Afinal, a guerra é individual, mas a comemoração não.
>>
>> Podemos ser felizes sim, quem disse que a
>> felicidade não é possível?
>>
>> Não nascemos para o sofrimento nem para viver falsas alegrias, >> devemos nos empenhar para encontrar dentro de nós a tal almejada >> felicidade.
>>
>> Porque o verdadeiro significado da vida encontra-se em cada um, por >> isso, devemos ser persistentes para
>> mudarmos nossa história.
>>
>> E no final, iremos descobrir que os verdadeiros super heróis que >> combateram o imenso "monstro" que tanto sufocava fomos nós mesmos.
>>
>> Portanto, já está na hora de colocarmos nossa roupa e usarmos os >> nossos "super poderes"
>>
publicado por Paula Valentina às 12:15

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30

.posts recentes

. Pepino não serve só pra ...

. PARA QUEM GOSTA DE FEIJOA...

. AMIGOS DE TODOS OS TAMANH...

. Puto Inteligente.

. Para os mais antigos...e ...

. COMO DISSOLVER PEDRAS NOS...

. Boaaaaaaaaaaaaa

. Sem palavras...

. Não deixe de ver...é esp...

. INOVAÇÕES PRÁTICAS E ÚTE...

.arquivos

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Junho 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.favorito

. Memórias vilacondenses (V...

. Caleidoscópio

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds