Sexta-feira, 13 de Outubro de 2006

A diferença que faz diferença

>Os desejos primários de todas as pessoas são: ser feliz, progredir e ganhar
>mais dinheiro. Uma forma efetiva de alcançar estes anseios é ser rico e
>próspero.
>Assim como há pessoas pobres e pessoas ricas, há países pobres e países
>ricos.
>A diferença entre os países pobres e os ricos não é a antigüidade do país.
>Fica demonstrado pelos casos de países como a Índia e o Egito, que têm mais
>de 2.000 anos de antigüidade e são pobres. Ao contrário, Canadá, Austrália
>e Nova Zelândia, que há pouco mais de 150 anos eram quase desconhecidos,
>hoje são, todavia, países desenvolvidos e ricos.
>A diferença entre países pobres e ricos também não está nos recursos
>naturais de que dispõem, pois o Japão tem um território muito pequeno e 80%
>dele é montanhoso, ruim para a agricultura e criação de gado, porém é a
>segunda potência econômica mundial: seu território é como uma imensa
>fábrica flutuante que recebe matéria-prima de todo o mundo e exporta os
>produtos transformados, também a todo o mundo, acumulando sua riqueza.
>Por outro lado, temos uma Suíça sem oceano, que tem uma das maiores frotas
>náuticas do mundo; não tem cacau, mas tem o melhor chocolate do mundo; em
>seus poucos quilômetros quadrados, cria ovelhas e cultiva o solo durante
>apenas quatro meses por ano, já que o resto é inverno, mas tem os produtos
>lácteos de melhor qualidade de toda a Europa.
>Como o Japão, não tem recursos naturais, mas dá e exporta serviços, com
>qualidade muito dificilmente superável; é um país pequeno que passa uma
>imagem de segurança, ordem e trabalho, o que o converteu na caixa forte do
>mundo.
>Também não está na inteligência das pessoas a tal diferença, como o
>demonstram estudantes de países pobres que emigram aos países ricos e
>conseguem resultados excelentes em sua educação. Outro exemplo são os
>executivos de países ricos que visitam nossas fábricas e, ao falar com
>eles, nos damos conta de que não há diferença intelectual.
>Finalmente, não podemos dizer que a raça faz a diferença, pois nos países
>centro-europeus ou nórdicos, vemos como os chamados "ociosos" da América
>Latina (nós!) ou da África, demonstram ser a força produtiva desses países.
>O que é então que faz a diferença?
>A atitude das pessoas faz a diferença.
>Ao estudar a conduta das pessoas nos países ricos se descobre que a maior
>parte da população cumpre as seguintes regras, cuja ordem pode ser
>discutida:
>01. A moral, como princípio básico,
>02. A ordem e a limpeza,
>03. A integridade,
>04. A pontualidade,
>05. A responsabilidade,
>06. O desejo de superação,
>07. O respeito às leis e aos regulamentos,
>08. O respeito pelo direito dos demais,
>09. Seu amor ao trabalho,
>10. Seu esforço pela economia e investimento.
>Necessitamos, então, de mais leis?
>Não seria suficiente cumprir e fazer cumprir estas 10 simples regras?
>Nos países pobres, só a mínima (quase nenhuma) parte da população segue
>estas regras em sua vida diária.
>Não somos pobres porque ao nosso país faltem riquezas naturais, ou porque a
>natureza tenha sido cruel conosco, mas simplesmente, por nossa atitude.
>Nos falta caráter para cumprir estas premissas básicas de funcionamento das
>sociedades.
>Se esperarmos que o governo solucione nossos problemas, ficaremos toda a
>vida esperando.
>Quanto mais empenho colocarmos em nossos atos, mudando nossa atitude, mais
>rápido pode significar a entrada do nosso país na senda do progresso e
>bem-estar para todos...
>
>(Áureo M. Torres)
publicado por Paula Valentina às 21:05

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30

.posts recentes

. Pepino não serve só pra ...

. PARA QUEM GOSTA DE FEIJOA...

. AMIGOS DE TODOS OS TAMANH...

. Puto Inteligente.

. Para os mais antigos...e ...

. COMO DISSOLVER PEDRAS NOS...

. Boaaaaaaaaaaaaa

. Sem palavras...

. Não deixe de ver...é esp...

. INOVAÇÕES PRÁTICAS E ÚTE...

.arquivos

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Junho 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.favorito

. Memórias vilacondenses (V...

. Caleidoscópio

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds